Você se pergunta porque os povos do mundo estâo em guerra em busca de seus direitos. Povos, raças, grupos de todos os matizes, todos estâo lutando com unhas e dentes por seus direitos.

Em 1964 um ministro norte americano, William Branham, chegou a uma conclusâo, na qual esta midia concorda: as cartas em apocalipse (2-3) às Igrejas da Ásia eram proféticas e se referiam a períodos de tempo pelo qual a igreja passaria e segundo o ministro, a ultima carta, a de Laodicéia, representaria esta era moderna na qual vivemos.

Quando vocês veem o povo nas ruas, manifestando-se, lembre-se - estamos vivendo a ultima era da igreja: Era de Laodiceia, que significa a Era dos Direitos dos Povos

Arquivo do blog


Russia Versus Israel

domingo, 14 de julho de 2013

ÁRABES CRISTÃOS ISRAELITAS FORMAM NOVO PARTIDO PRÓ-ISRAEL


LOGOTIPO DO NOVO PARTIDO
Os árabes cristãos que vivem em Israel têm estado a observar com preocupação a perseguição às populações cristãs nos vizinhos Egipto e Síria como resultado dos protestos da "primavera árabe."
 
Essas observações levaram um grupo de árabes cristãos a formarem um novo partido político em Israel que inclui a possibilidade de prestar serviço militar lado a lado com os judeus nas Forças de Defesa de Israel.
 
O mais interessante é que estes árabes cristãos do Norte de Israel não querem ser confundidos com as atitudes de antagonismo a Israel da parte de outros árabes, preferindo antes prestar uma contribuição positiva para o estado judeu.
 
Sob a sigla "Filhos da Nova Aliança - o Partido Israelita Cristão", este novo partido espera poder participar nas próximas eleições para o knesset (parlamento de Israel).
 
Numa entrevista com o jornal diário israelita "Israel Hayom", Bishara Shlayan, fundador do partido, disse que depois de terem encontrado dificuldades ao ajudar o seu filho e o sobrinho a entrarem no exército de Israel, ele e outros cristãos árabes de ideias semelhantes estabeleceram um fórum para encorajar o alistamento de cristãos nas Forças de Defesa de Israel.
 
Esse fórum causou um grande incremento no número de jovens cristãos que se alistaram nas FDI durante o ano passado, e resultou na indicação de um coordenador dedicado ao sector árabe cristão por parte das Forças de defesa israelitas.
 
Mas Shlayan sabia que tinham que dar um passo mais à frente.
BISHARA SHLAYAN
"Vimos que temos de estabelecer um partido político, por isso pusemos anúncios nos jornais árabes locais e a iniciativa arrancou, atraindo cristãos que reconhecem que a Terra de Israel pertence aos judeus," - explicou Shlayan ao jornal.
 
O líder árabe lamentou ainda que por 65 anos a comunidade cristã tenha permitido partidos árabes anti-Israel a representá-los no parlamento, sublinhando que esses partidos trabalham para uma agenda islâmica que não traz nenhuns benefícios aos cristãos.
 
Shalayan insistiu ainda que mesmo que não se concorde com todas as decisões políticas, "uma pessoa pertence a este estado. Isto é integridade. Temos de ser verdadeiros cidadãos... e o primeiro requisito para um cidadão de Israel é - e eu apoio isso - a necessidade de compreender que esta é a Terra do povo judeu."
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...