Você se pergunta porque os povos do mundo estâo em guerra em busca de seus direitos. Povos, raças, grupos de todos os matizes, todos estâo lutando com unhas e dentes por seus direitos.

Em 1964 um ministro norte americano, William Branham, chegou a uma conclusâo, na qual esta midia concorda: as cartas em apocalipse (2-3) às Igrejas da Ásia eram proféticas e se referiam a períodos de tempo pelo qual a igreja passaria e segundo o ministro, a ultima carta, a de Laodicéia, representaria esta era moderna na qual vivemos.

Quando vocês veem o povo nas ruas, manifestando-se, lembre-se - estamos vivendo a ultima era da igreja: Era de Laodiceia, que significa a Era dos Direitos dos Povos

Arquivo do blog


Russia Versus Israel

segunda-feira, 3 de junho de 2013

CONCEITUADO RABINO COM 108 ANOS CHOCA COMUNIDADE JUDAICA EM ISRAEL COM A REVELAÇÃO DA IDENTIDADE DO MESSIAS...

Apesar desta notícia ter sido dada pela primeira vez em Abril de 2007, a sua indesmentível actualidade "obriga-me" a voltar a publicar a mesma, tendo em vista novos leitores porventura interessados nesta fantástica história real, bem indicadora de como o Espírito de Deus está nestes "últimos dias" a revelar a Pessoa do Messias, até mesmo aos judeus ortodoxos mais radicais.

A REVELAÇÃO DA IDENTIDADE DO MESSIAS

Poucos meses antes de morrer, e já com 108 anos, mas perfeitamente lúcido, um dos mais proeminentes rabinos de Israel, Yitzhak Kaduri, terá escrito o nome do Messias numa pequena anotação que pediu ficasse selada até um ano depois (2007). Assim que a anotação foi aberta e lida, descobriu-se que o que ali estava escrito revelava aquilo que muitos já sabem desde há séculos: que Yeshua (Jesus) é o Messias.
YITZHAK KADURI


Usando o nome bíblico de Jesus, o rabino e os cabalistas descreveram o nome do Messias com seis palavras, chegando à conclusão de que as letras iniciais formavam o nome do Messias. 
A anotação até então secreta rezava assim:

"Em relação às abreviaturas do nome do Messias, Ele elevará o povo e provará que a Sua Palavra e Lei são válidas.
Isto eu assinei no mês da misericórdia.
Yitzhak Kaduri."


A frase hebraica (mencionada acima em negrito) com o nome oculto do Messias lê-se assim:


Yarim Ha'Am Veyokhiakh Shedvaro Vetorato Omdim

As iniciais de cada palavra têm o nome hebraico para Jesus. YEHOSHUA e YESHUA são efectivamente o mesmo nome, que deriva da mesma raiz hebraica para a palavra "salvação", tal como se encontra em Zacarias 6:11 e Esdras 3:2.
O mesmo sacerdote escreve em Esdras: "Jesuá (Yeshua), filho de Jozadaque", enquanto que em Zacarias está: "Josué (Yehoshua), filho de Jozadaque."
Com um dos mais proeminentes rabinos de Israel indicando o nome do Messias como sendo Jesus (Yeshua), é compreensível que o seu último desejo fosse que se esperasse um ano após a sua morte para que se revelasse o que ele havia escrito.
RABINO KADURI




Quando o nome de Jesus (Yehoshua) apareceu na mensagem de Kaduri, os judeus ultra-ortodoxos da sua escola rabínica (yeshiva) Nahalat Yitzhak, em Jerusalém, reagiram, alegando que o seu mestre não tinha deixado a solução exacta para descodificar o nome do Messias.
A revelação recebeu escassa divulgação nos media israelitas. Só os sites hebraicos "News First Class" e "Kaduri.net" é que mencionaram a nota com a identidade do Messias, insistindo na autenticidade da mesma. O jornal diário Ma'ariv escreveu sobre a história da anotação, descrevendo-a porém como sendo uma falsificação.
Os leitores judeus dos fóruns na internet reagiram às notícias de diferentes formas, tais como: "Então isso quer dizer que o rabino Kaduri era cristão?", e: "Os cristãos devem estar a dançar e a celebrar de contentes..."
Alguns seguidores de Kaduri confirmaram no entanto que a anotação era autêntica, mas ao mesmo tempo confusa para os seguidores do rabino: "Não temos nenhuma ideia de como é que o rabino chegou a este nome do Messias," - admitiu um dos seus seguidores.
Outros negam contudo qualquer autenticidade à anotação.

Não querendo também reconhecer a autenticidade da nota, o filho de Kaduri, o também rabino David Kaduri, com 80 anos, mostrou-se chocado com a admissão da anotação do seu pai no seu site oficial (www.kaduri.net), alegando que isso era uma blasfémia, mas confessando mesmo assim que no último ano de vida o seu pai vinha falando e sonhando quase exclusivamente com o Messias e a Sua vinda: "O meu pai encontrou o Messias numa visão," - disse - "e disse-nos que Ele viria em breve."


"O MESSIAS VIRÁ APÓS A MORTE DE ARIEL SHARON"

Alguns meses antes de morrer, e já com a idade de 108 anos, Kaduri surpreendeu os seus seguidores ao dizer-lhes que tinha encontrado o Messias. O rabino deu uma mensagem na sua sinagoga no dia de Yom Kippur (dia da Expiação), ensinando como reconhecer o Messias. Mencionou também que o Messias apareceria em Israel após a morte do ex-primeiro ministro Ariel Sharon, actualmente ainda em estado de coma. 
ARIEL SHARON

Há também outros rabinos que predizem o mesmo, incluindo Haim Cohen, o cabalista Nir Ben Artzi e a esposa do rabino Haim Kneiveskzy.
O próprio neto de Kaduri, o também rabino Yosef Kaduri, disse que o seu avô falava muitas vezes nos seus últimos dias sobre a vinda do Messias e a redenção através do Messias. Os seus retratos espirituais do Messias - em tudo semelhantes aos relatos do Novo Testamento - foram publicados nos sites "Kaduri.net" e "Nfc."

COMO KADURI RETRATOU O MESSIAS

"É difícil para muito boa gente da sociedade compreender a pessoa do Messias. A liderança e a ordem de um Messias de carne e sangue é dura de aceitar para muitos na nação. Como líder, o Messias não ocupará nenhum cargo, mas estará no meio do povo e usará os media para comunicar. O seu reino será puro e sem ambições pessoais ou políticas. Durante o Seu domínio, só a justiça e a verdade reinarão. Irão todos acreditar logo no Messias? Não. No início, alguns de nós irão acreditar nele, e outros não. Será mais fácil para as pessoas não-religiosas do que para os ortodoxos seguir o Messias.

A revelação do Messias acontecerá em duas fases: primeiramente, Ele irá confirmar activamente a Sua posição como Messias, sem que Ele mesmo saiba que é Messias. Então, irá revelar-se a alguns judeus, mas não necessariamente aos sábios estudiosos da Torá. Pode até ser às pessoas simples. Só então é que Ele se revelará à nação inteira. As pessoas interrogar-se-ão e dirão: 'O quê, é o Messias?' Muitos terão conhecido o Seu nome mas não terão acreditado que Ele é o Messias."

RABINO KADURI

O rabino Yitzhak Kaduri era conhecido pela sua memória fotográfica e memorização da Bíblia, do Talmude, do Rashi e outros escritos judaicos. Ele conheceu os sábios judeus e celebridades do século passado e rabinos que viviam na Terra Santa e que mantinham a fé viva ainda antes da formação do moderno estado de Israel.


Mas Kaduri não era apenas altamente estimado por causa dos seus 108 anos. Ele era carismático e sábio, e os principais rabinos viam-no como um "Tsadik", um homem justo, ou santo. Ele dava conselhos e abençoava todos quantos lhos pedissem. Ele era visitado por milhares que lhe pediam conselhos ou cura. Os seus seguidores falam de muitos milagres e os seus estudantes dizem que ele previu muitos desastres, incluindo o tsunami de 2006.


Mais de 200.000 pessoas percorreram as ruas de Jerusalém
acompanhando o seu funeral, como sinal de respeito e admiração.


"Quando vier, o Messias libertará Jerusalém das religiões estranhas que querem governar a cidade." - afirmou Kaduri em certa ocasião - "Elas não terão sucesso, porque irão lutar umas contra as outras."



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...